31 agosto, 2013

Campanha: Stop Bullying - Cutting, o que é?

Oi Sweeties,

 Mais uma postagem da Campanha do Sweetland e do blog Gordinhas Porem com Estilo, a postagem de hoje é sobre uma das consequências do Bullying e sobre o caso da cantora Demi Lovato e como ela superou tudo!



O que é Cutting ?

É uma compulsão que a pessoa se corta para obter um tipo de alívio momentâneo.

Fique por dentro ...

 Nosso instinto sempre avisa que, quando algo pode nos machucar, é preciso recuar e se proteger. Mas, quando existe um transtorno psicológico no caminho, tudo fica em confuso. Hoje em dia é comum nós ouvirmos falar sobre o TOC ( Transtorno Obsessivo-Compulsivo), um impulso de fazer sempre a mesma coisa repetidamente. As vezes, esse impulso é tão forte que uma pessoa pode se tornar refém dele.
 O Cutting é uma automutilação -prática na qual a pessoa se machuca sem intenção de cometer suicídio- que vira um verdadeiro ciclo vicioso, e isso é super ligado a autoestima.

" Me achava muito gorda e era xingada frequentemente na escola, isso fazia me sentir vulnerável, 
comecei a me cortar e vomitar logo depois que comia, pois sentia culpa de ter comido. "
                                                                                                              M.K., 17 anos.

" Eu me sentia pressionada na escola, isso me irritava . Minha "melhor" amiga recomendou que eu 
fizesse cortes como forma de alivio, comecei a fazer escondida e só depois de 6 meses
admiti que fazia cortes e que isso estava realmente me fazendo mal. Por sorte, o meu 
tratamento foi rápido, e hoje já não sinto mais vontade de me machucar novamente!"
                                                                                                        D.S., 15 anos

" Quando eu estava na quinta serie, mudei para um colégio novo porque minha antiga escola
ficava longe de casa. Mas os novos alunos não me receberam muito bem. Além de me excluírem,
eles diziam na minha cara que meu cabelo era feio, e meus dentes eram separados. Todos os dias era um inferno ir para escola, porque já sabia oque ia passa lá. Eu me sentia num buraco escuro sem saída.
Qualquer coisa que diziam para mim, me faziam chorar. Foi então que minha mãe percebeu  e me 
levou a um psicologo. A partir dai, tudo melhorou porque eu tinha com quem desabafar.
Ele me ajudava a  lidar com a situação e ficar mais forte. "
                                                                                                         E.R.P., 14 anos

Silencio = PERIGO!

A maioria das pessoas mentem e inventam maneiras de evitar perguntas. Dizem que são apenas marcas de pulseiras e relogios apertados, arranhados de gatos e etc. Curiosamente, foi isso que os representantes da Demi Lovato alegaram em 2009 quando a atriz foi fotografada com marcas evidentes no pulso. Na epoca, as justificativas foram, que ela havia usado pulseiras de borracha.  A cantora foi internada por vontade propria, em outubro de 2010, logo apos a turne de Camp Rock. Demi passou por um tratamento intensivo para combater os problemas alimentares e a automutilação. "O tratamento ajuda o paciente a identificar o que pensa e sente quando comete estes atos" explica o psicologo. De acordo com o profissional, é como se a terapia agisse como o botão de "slow motion" para que a pessoa consiga lembrar do que se passava pela sua cabeça quando ela cometia o ato e, assim, agir diferente quando o impulso aparecer novamente. A terapia ensina a responder de forma correta todos os estimulos externos que não lhe agradam.

O que fazer? 

 Saiba quais são os primeiros passos a tomar quando você perceber que isso acontece com alguem que você conheça.
  1. Não demonstre espanto. Isso pode fazer com que a pessoa se sinta anormal e rejeitada, o que pode agravar ainda mais a situação;
  2. Pergunte com naturalidade. Tente ouvir mais do que falar e demonstre compreensão com seus problemas;
  3. Nada de ameaças. Não julgue a pessoa sem conhecer os motivos dela ter feito isso.
  4. Aconselho uma visita médica. Só um profissional pode começar um tratamento efetivo contra esse comportamento.
Bom meus amores, é isso, até a proxima postagem.

Beijos,  
     Bruna Prestes.